Roteiro memória: História de Foz do Iguaçu

Itaipu Binacional vai oferecer tour histórico pelas vilas erguidas durante a construção da usina



O passeio deverá operar a partir do funcionamento do Mercado Municipal, previsto ser aberto em junho de 2021.


Durante duas horas e meia, turistas e moradores de Foz do Iguaçu (PR) poderão fazer uma imersão pela história da usina de Itaipu a partir de um city tour temático e tecnológico pelas vilas erguidas durante a construção da maior produtora de energia do mundo.


A novidade deve ser oferecida quando o Mercado Municipal de Foz – hoje em fase de construção – já estiver funcionando. A estimativa de inauguração é para junho do ano que vem. Inicialmente, o tour funcionará de terça-feira a domingo, com saídas às 10h e às 15h. A gestão do serviço será feita pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), que também gerencia o Complexo Turístico Itaipu.



Mais uma opção


O passeio será mais um atrativo para quem visita o Destino Iguaçu. Ele vai preencher um espaço pouco explorado pelo turismo numa região mais próxima à Ponte da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai.

O city tour memória terá percurso de 16 quilômetros. A escolha do nome oficial do passeio será feita pela população por meio de um concurso. As regras serão definidas mais perto da inauguração.

“A proposta é oferecer um roteiro que seja uma homenagem e motivo de orgulho para pioneiros e à comunidade em geral”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Joaquim Silva e Luna. E acrescenta: “É um projeto que traz legado para nossa gente e é inovador pelos equipamentos modernos que poderão ser acessados durante o trajeto”.

Todo o projeto está sendo desenvolvido com talentos da casa: equipes da Comunicação Social e do Turismo de Itaipu, com a curadoria de Sylvia Braga, atualmente cedida ao Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

A produção do conteúdo histórico está sendo feita por meio de pesquisa documental e bibliográfica, em publicações, jornais da época, teses e dissertações relacionadas à construção de Itaipu, assim como em acervos históricos, vídeos, fotografias e relatos testemunhais.



Homenagem à história

O tour será uma espécie de homenagem às histórias da usina e de Foz do Iguaçu, umbilicalmente conectadas. A proposta é ajudar a movimentar a economia local, por meio do turismo e, ao mesmo tempo, contribuir para resgatar e preservar a cultura local e o sentimento de pertencimento dos habitantes de Foz e das três fronteiras, de modo geral. Todas elas interligadas.



Imersão

Durante o roteiro, o turista ou morador fará uma espécie de viagem no tempo para reviver a época da construção da Itaipu (informações sobre os locais visitados, fatos e datas que marcaram a história da hidrelétrica). Sons ambientes da época serão usados para remeter o visitante ao período das obras, que chegaram a mobilizar 40 mil trabalhadores, simultaneamente.

Os turistas serão transportados em ônibus envelopado com imagens dos veículos usados na época da construção para levar os barrageiros.



Roteiro

O embarque será em frente ao Instituto Federal do Paraná (IFPR), instalado no antigo Floresta Clube, na Vila A – uma das construídas pela binacional. Depois, passará pelo Colégio Anglo Americano, Catedral Nossa Senhora de Guadalupe, Hospital Ministro Costa Cavalcanti, com parada na Casa do Barrageiro (que será recuperada e totalmente temática).

Outro ponto de interesse incluído é o Gramadão – um dos principais pontos de encontro da comunidade iguaçuense –, e que até lá será um grande parque de lazer, totalmente revitalizado, respeitando seu aspecto original e com poucas intervenções de concreto.

O tour inclui visita de 40 minutos à usina e retorno ao Mercado Municipal para o desembarque. Um audioguia, que será acionado por meio de um GPS, guiará o passeio em português, espanhol e inglês.

O roteiro poderá ser explorado também de formas independentes (veículo próprio, bicicleta, entre outros). Para esses casos, o visitante contará com o apoio tecnológico de um aplicativo e de totens interativos.

Com um celular, o turista poderá usar o QR Code em alguns locais do roteiro para ter acesso a conteúdos exclusivos ou ainda direcionar seus tablets a um código de barras para outros pontos.

Óculos de realidade virtual vão compor o roteiro histórico. Eles ficarão disponíveis na Casa do Barrageiro, com visualização de imagens da época e passeio por algumas partes da construção da usina. Haverá venda de souvenirs em algumas paradas e espaço para fazer lanche.



Revitalização

O city tour memória entrará em operação num novo momento do turismo. Parte das melhorias dos atrativos do próprio Complexo Turístico Itaipu já estará adiantada. O local passa por uma grande revitalização. A Vila A, onde fica o Gramadão e o Centro Executivo da Itaipu Binacional, terá um sistema inteligente, que agregará uma moderna tecnologia para equipamentos públicos e segurança do bairro.

O turismo pelas vilas de Itaipu vai se conectar aos tradicionais atrativos turísticos de Foz do Iguaçu, que ficam do outro lado da cidade, na região das Cataratas do Iguaçu.

Silva e Luna diz que todas essas melhorias vão proporcionar uma nova forma de o turista vivenciar uma experiência no lugar que escolheu para visitar, o que permite uma introspeção e conhecer melhor sua gente e a história local. O diretor não tem dúvidas de que com o apoio do Programa Acelera Foz, que reúne sete entidades, entre elas Itaipu e PTI, o Destino Iguaçu estará ainda mais preparado para receber seus moradores e visitantes.

Além de Itaipu e PTI, o Programa Acelera Foz é parte de um plano de retomada econômica e tem a coordenação estratégica do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Prefeitura de Foz, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).


Comunicação Itaipu Binacional - Lado brasileiro

24 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.