Paranaenses mobilizados em força tarefa contra o mosquito da dengue


Campanha Aqui o Mosquito Não Entra, promovida pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac PR em todo o estado, conclama população para uma caçada ao Aedes aegypti

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) divulgou nesta terça-feira (9), o último Informe Técnico 22, apresentando os dados sobre a contaminação por dengue no estado. Já são 3.927 casos confirmados de dengue no estado desde o fim de julho de 2020 até o início de março de 2021. O estado registra 80 casos severos da doença e nove óbitos. Dos 399 municípios do estado, 347 apresentam notificações de dengue e, deste total, 223 cidades com casos confirmados.

Para frear os casos da doença no Paraná, o Sistema Fecomércio Sesc Senac PR entrou na guerra contra o mosquito Aedes aegypti e desenvolveu uma série de ações para conter o desenvolvimento da doença e convida a população a aderir à campanha Aqui o Mosquito Não Entra.

A principal estratégia da campanha é eliminar focos do mosquito, registrar em fotos o antes e o depois, compartilhar no aplicativo do Sesc PR. Para cada ação haverá uma pontuação. Os participantes e os municípios que mais obtiverem pontos por eliminação do mosquito e criadouros serão premiados ao termino da campanha, em 15 de abril.

Até hoje (9), a campanha já registrou 4.689 criadouros do mosquito, em 78 municípios do Paraná e as cidades de Umuarama e Medianeira lideram a disputa com a maioria dos focos eliminados.

Como participar

Para participar da campanha é necessário fazer o download gratuito do aplicativo Sesc PR nas lojas App Stores e Play Store. Depois de abrir o aplicativo Sesc Paraná basta clicar no ícone do canto superior esquerdo, fazer a inscrição do usuário e registrar a participação.

A cada foco do mosquito eliminado o participante ganha um ponto e há uma classificação a ser conquistada. Com cinco pontos obtidos, o participante se torna um aprendiz; com dez, agente; com 20, detetive; com 40, inspetor e, ao atingir 70 pontos, comissário.

Ex-aluno da Educação Infantil do Sesc em Curitiba, Brian Rodrigues Sanchez, de seis anos, já aderiu à campanha e com a ajuda dos familiares, percorreu as ruas do bairro onde mora para acabar com focos do mosquito. “Já eliminamos bastante, e ainda vamos procurar mais”, conta orgulhoso.

Não há custos nem limite de idade para participar. A ideia é juntar forças para deixar o Paraná livre do mosquito, que além da dengue transmite a Febre Amarela, Febre Chikungunya e a Zika. No site www.sescpr.com.br/contradengue, o público poderá ter acesso a mais informações sobre a campanha.




0 visualização0 comentário

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.