Usuários reclamam dos atrasados dos ônibus do transporte coletivo em Foz


Em uma rede social, Marluce Silva publicou um vídeo, no dia 10 de julho e denunciou o descaso dos órgãos públicos perante a população em atender as demandas dos serviços essências. Com a proibição da circulação de pessoas, vários trabalhadores passam apuros para voltar para casa. O vídeo mostra mais de 30 trabalhadores esperando os ônibus da região dos Três Lagoas e Gleba Guarani, com mais de 01 hora de atraso.

"Oh, todo mundo tá aqui esperando o ônibus, desde das 5 horas (da tarde), todo mundo saí cedo de casa para vim trabalhar. Saí do trabalho vem no terminal, o ônibus não passou, nem o Três Lagos e nem o Gleba. Será que esse povo pensa que nós estamos passeando? Nós não estamos passeando, nós estamos trabalhando. E a empresa não manda ônibus para levar o povo para casa. Tem que ficar aqui até as seis horas (tarde). Está esfriando, com vontade de chegar em casa, tomar um banho, cuidar das coisas da gente e essa empresa não manda um ônibus vim para levar o pessoal para casa".

Em entrevista para a Rádio Cultura, no dia 08 de julho, Gilberto Neres, diretor de Trânsito do Foztrans afirmou que os gestores do Consórcio Sorriso podem entregar a administração do transporte coletivo para a prefeitura. A entrevista revelou que os gestores do Consórcio não têm mais condições financeiras para disponibilizar o tráfego normal dos ônibus. “Conversamos com os gestores do Consórcio e eles nos relataram que estão com a folha salarial e demais despesas atrasadas. Eles dizem que não tem outra saída e estão de acordo com uma intervenção do município”, disse Gilberto à rádio Cultura.

30 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.