TCU concede aposentadoria de R$ 9,6 mil a Zé Dirceu


O Tribunal de Contas da União (TCU) concedeu ao petista Zé Dirceu uma aposentadoria de R$ 9,6 mil reais. Dirceu foi condenado a 30 anos e 9 meses na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Petrobras, e também é um dos mentores do Mensalão. Segundo a Justiça, Dirceu era o mentor do esquema no Congresso Nacional. O PT, partido do condenado, comprava parlamentares para votarem com a sigla.

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), por unanimidade, decidiram na quarta-feira (15/7) conceder uma aposentadoria mensal de R$ 9.646,57 ao José Dirceu, ministro da Casa Civil no primeiro mandato do governo Lula.

A análise feita pelo TCU considerou o tempo de 10 anos e 10 meses que Dirceu teve de mandatos eletivos na Câmara para conceder a aposentadoria. Em suma, o ex-parlamentar ingressou na Casa em 1991 e deixou o Legislativo em 2007. O caso foi relatado pelo ministro Augusto Nardes.

Para termos de comparação, um trabalhador exerce 35 anos de trabalho para sair com o salário mínimo em torno de R$ 1.045,00.

Além de Dirceu, foi contemplado com a aposentadoria o ex-ministro da Saúde José Saraiva Felipe. Os ex-deputados federal José Mentor Guilherme de Mello Netto e José Linhares Ponte, que já foram investigados pela Lava Jato, também tiveram os seus pedidos aprovados pelo TCU.

Os três também receberão um benefício proporcional às suas passagens pela Câmara. José Linhares é quem terá o maior subsídio, definido em R$ 24.212,89. José Saraiva terá R$ 23.151,77 de aposentadoria, enquanto José Mentor receberá R$ 19.293,14.


Fonte: Terça Livre

0 visualização

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.