Surto de 'pneumonia mortal' no Cazaquistão pode ser Covid-19, diz OMS


A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (10) que o relato de um "novo surto de pneumonia" no Cazaquistão pode ter relação com casos de coronavírus Sars-Cov-2 não diagnosticados. "É possível que esses casos de pneumonia [no Cazaquistão] sejam casos da Covid-19 não diagnosticados", afirmou Michael Ryan, diretor de emergências da OMS. "Vamos investigar propriamente esses casos", disse Ryan.

Na quinta-feira (9), a embaixada da China disse que há um surto de pneumonia local no Cazaquistão, ainda com causa desconhecida, com uma mortalidade maior do que a do Sars CoV-2. De acordo com a embaixada chinesa, a doença já causou 1.772 mortes no primeiro semestre de 2020 – 628 delas em junho. Três regiões do Cazaquistão estão afetadas e entre as vítimas estariam cidadãos chineses. O Cazaquistão negou as afirmações.


Novo recorde de casos da Covid-19

Mais de 12 milhões de casos de coronavírus foram relatados até esta sexta, sendo que metade deles foram registrados somente nas últimas seis semanas, segundo a OMS. "Nas últimas 6 semanas, os casos mais que dobraram", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanon. Nas últimas 24 horas, o mundo registrou um novo recorde de novos casos da Covid-19, com 228.102 novos registros.


(globo.com)


8 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.