top of page

Programa de gestão de resíduos de Foz do Iguaçu é apresentado na primeira reunião do R-20 em Curitiba




Secretária de Meio Ambiente representou o município no evento e falou sobre as iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sustentável da cidade

A secretária de Meio Ambiente de Foz do Iguaçu Angela Meira, representou o município na 18ª reunião ordinária do R-20, a primeira do ano, nesta quinta-feira (07), em Curitiba.

Promovida pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), a reunião marca a continuidade das ações do grupo, desta vez com ênfase em logística reversa, economia circular, educação ambiental, tratamento de chorume e marco regulatório do saneamento.

Foz do Iguaçu é o único município do Paraná a contar com tecnologia por osmose reversa para tratamento de chorume, um dos temas apresentados pela secretária no evento. Angela relembrou o antigo lixão a céu aberto do município, onde pessoas garimpavam e coletavam resíduos recicláveis para seu sustento, até a realidade atual, com aterro estruturado, Estação de Tratamento de Chorume, Coleta Seletiva de Recicláveis, reformas e ampliações das Unidades de Valorização de Recicláveis -UVRs, coleta domiciliar, geração de emprego e renda dos catadores (as), ações que destacam o município a nível estadual e nacional na gestão de resíduos.

“Foz do Iguaçu se destaca pela gestão efetiva de diversos resíduos e atores dentro deste processo, promoção do descarte adequado e tecnologias efetivas para o desenvolvimento sustentável”, comentou.

A secretária também falou sobre o Programa de Gestão de Inertes, com caçambas itinerantes para atendimento de comunidades vulneráveis e apoio em ações de combate à dengue. Também relatou a experiência do município no Projeto Piloto para Gestão de Orgânicos, com uso de biodigestores em prédios públicos e comunidades vulneráveis.

Para o desenvolvimento destes programas, ela reforçou o apoio de ações integradas da Divisão de Educação Ambiental e a parceria com a Itaipu Binacional.

R-20

O evento, que acontece durante todo o dia de hoje (07) no Teatro do Sesc da Esquina, na capital paranaense, iniciou com a fala de autoridades contextualizando a real situação climática no país, resultado das ações humanas, e do momento atual, com foco no desenvolvimento de políticas públicas.

“Esta é a primeira das quatro reuniões gerais programadas para este ano, e isso destaca o papel fundamental do Grupo R-20 na promoção de uma gestão integrada e participativa dos resíduos sólidos urbanos no Paraná”, disse o secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável, Valdemar Bernardo Jorge.

O Grupo R-20 é um órgão consultivo formado por representantes dos 399 municípios e dos Consórcios Intermunicipais de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos das 20 regiões do Plano Estadual de Resíduos Sólidos do Paraná (PERS/PR). A divisão em 20 regiões do Paraná visa facilitar a execução do PERS/PR e as ações regionalizadas e descentralizadas. Na reunião realizada no ano passado, foi definido um calendário de encontros frequentes a fim de discutir e avaliar as ações referentes a gestão de resíduos sólidos urbanos. (Com AEN)

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page