Pazuello anuncia que 24% da população fará teste de covid-19

O

ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, informou que deve apresentar até esta quarta-feira (24) a estratégia de testagem do governo para a covid-19.

O Ministério da Saúde pretende realizar testes para covid-19 em 12% da população na modalidade RT-PCR (molecular) e outros 12% pelo meio sorológico no plano de orientação de testagem em massa. Ele participou nesta terça-feira (23) de audiência pública remota da comissão mista que acompanha as medidas do governo federal para o enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Pazuello disse inicialmente que não queria “dar spoiler”, ou seja, antecipar informações sobre essa estratégia, mas, em um segundo momento da reunião, pediu que o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, apresentasse uma explicação adicional.

O ministro admitiu que “demorou um pouquinho” para apresentar a orientação porque “precisava tirar todas as dúvidas para poder apresentar”.

— Nós fizemos uma orientação para testagem em massa e diagnósticos. Essa orientação já está pactuada, aprovada. A gente está com ela aqui na mão — anunciou Pazuello.

Em seguida, Medeiros informou que o Ministério da Saúde pretende testar 24% da população.

— Nossa estratégia é baseada em duas grandes frentes: na testagem tanto de RT-PCR quanto posteriormente na testagem da sorologia. Nós vamos partir, resumidamente, para cerca de 12% da população para a testagem de RT-PCR, que é o molecular, como nós chamamos, e, para 12% da população, na testagem da sorologia. A gente vai divulgar com detalhes todo o nosso programa, mas o principal problema, a principal missão que o ministro nos deu foi de agilizarmos essa testagem — apontou o secretário.

O teste molecular (RT-PCR) é apontado como mais preciso por infectologistas. Já o teste sorológico (que engloba o popular teste rápido) informa se o corpo teve contato com o vírus e desenvolveu proteção contra ele.

Fonte: Agência Senado

2 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.