top of page

Patrulha Maria da Penha ganha reforço com três novas viaturas e equipamentos


Entrega oficial acontecerá nesta terça-feira (1º) no pátio da prefeitura; equipamentos vão fortalecer o trabalho de combate à violência contra a mulher no município


A Patrulha Maria da Penha de Foz do Iguaçu receberá um importante reforço para as atividades de enfrentamento à violência contra a mulher e combate ao feminicídio com três novas viaturas Renault Duster e equipamentos repassados através de convênio com o Ministério da Justiça. São dez rádios HTs digitais, três câmeras corporais, três tablets e três notebooks.


A entrega será oficializada nesta terça-feira (01), às 11h30, no Palácio das Cataratas, sede da Prefeitura de Foz (Praça Getúlio Vargas nº 280 - Centro) com a presença do prefeito Chico Brasileiro, do secretário de segurança pública, Tenente Coronel Marcos Antônio Jahnke e da coordenadora da Patrulha Maria da Penha, Iraci Pereira. Os valores compactuados com o Ministério da Justiça e contrapartida do Município chegam a R$ 813 mil.


A conquista das novas viaturas e equipamentos foi possível através de um chamamento público do Ministério da Justiça que selecionou projetos em todo o Brasil que se destacaram na prevenção a grupos vulneráveis.


“Essa concorrência pública começou no início de 2022. Foi um processo longo porque eram várias etapas, muitos projetos, e o resultado final saiu no final do ano. A Patrulha Maria da Penha concorreu com mais de 120 projetos e ficou entre as cinco melhores classificações, recebendo esse aporte de recursos”, informou Iraci Pereira.


As novas viaturas e equipamentos reforçarão as atividades de acompanhamento e fiscalização do cumprimento de medidas protetivas, instituídas pelo Poder Judiciário, às vítimas de violência doméstica. O foco da fiscalização tem por objetivo proporcionar maior segurança às mulheres vítimas de violência, bem como conscientizar o agressor de que o não cumprimento das normas estabelecidas nos autos pode acarretar em outras sanções judiciais.


Dados


Somente no primeiro semestre deste ano, a Patrulha Maria da Penha realizou 5.162 visitas de fiscalização de medidas protetivas e registrou 581 fichas de atendimento de ocorrências, com 13 prisões registradas no período. No momento, 1.221 mulheres são acompanhadas pelas equipes.


A equipe também atende ao sistema judiciário no apoio ao afastamento do representado do lar, para retirada de pertences pessoais, pela Central de Audiência de Custódia, após o flagrante por violência doméstica, visando à integridade física e psicológica da vítima, conforme protocolo assinado pelas forças de segurança em 2019, bem como faz o acompanhamento dos oficiais de justiça quando não é situação de flagrante.


Também faz o acompanhamento das tornozeleiras eletrônicas por violência doméstica. O celular da equipe é acionado via SMS em caso de alerta de proximidade, podendo agilizar o atendimento da situação, ao mesmo tempo em que entra em contato com a vítima para dar as orientações necessárias.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia.php?id=52386

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page