Pacientes do CAPS AD de Foz do Iguaçu produzem camisetas em defesa do SUS


Técnicas de serigrafia auxiliam os pacientes no tratamento, estimulando aspectos cognitivos, coordenação motora, expressão e socialização


A campanha nacional em defesa do SUS (Sistema Único de Saúde) e em reconhecimento aos profissionais que atuam no enfrentamento à Covid-19 ganhou mais um aliado: O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) de Foz do Iguaçu.


Desde o ano passado, os pacientes atendidos pela unidade estão produzindo camisetas com estampas em defesa do SUS. Cada peça é vendida a R$ 20 pela equipe técnica e garante a renda para a continuação das atividades, desenvolvidas dentro dos grupos terapêuticos.

“Começamos a utilizar a técnica da serigrafia ainda no ano passado dentro dos grupos terapêuticos. São atividades simples, mas que trabalham a expressão não verbal, estimulam aspectos cognitivos, de socialização e aquisição de novas habilidades por parte dos pacientes”, explicou a terapeuta ocupacional, Daiane de Oliveira.


Além de auxiliar no tratamento e na recuperação dos pacientes, as camisetas reforçam a importância da luta em defesa do SUS, presente na Constituição Federal e responsável por garantir o direito à saúde e à vida de todos.


“Quando usamos uma camiseta, usamos algo que tem a ver com a gente. Desta forma, eles foram buscando frases para escrever e, levando em consideração a pandemia, a gente acabou tendo a ideia de colocar nas camisetas a defesa ao SUS. É uma forma de ressaltar a importância do Sistema Único de Saúde, especialmente neste momento tão crítico em que vivemos”.


O trabalho, que começou pequeno e ganhou engajamento dos envolvidos, foi destaque também nas redes sociais do CAPS. “Colocamos algumas fotos no Facebook e o pessoal começou a encomendar. A repercussão foi muito boa”, afirmou Daiane.

Por conta das medidas restritivas determinadas em decretos, as atividades em grupos foram suspensas em março e serão retomadas na próxima semana, seguindo todos os protocolos de prevenção ao coronavírus. "A atividade favorece a autoestima e a autonomia dos pacientes. Poder gerir o resultado da sua produção é uma meta importante na direção da ressocialização. Estamos trabalhando para promover essa meta”, afirmou a diretora de saúde mental, Simone Rugani Topke.


Grupos terapêuticos


O CAPS AD é um serviço de saúde aberto e comunitário do SUS, referência para o tratamento de pessoas que sofrem com a dependência de álcool e drogas. A unidade trabalha com atendimentos individualizados, grupos terapêuticos e oficinas. Entre as atividades desenvolvidas estão a serigrafia, o artesanato e a música. Os pacientes contam ainda com a terapia comunitária e familiar, grupos de co-dependência, de prevenção de recaída e grupos de mulheres.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47685

0 visualização0 comentário

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.