top of page

Mais de 3 mil pessoas desapareceram em travessias marítimas em 2021


São refugiados, imigrantes e solicitantes de asilo


Mais de 3 mil refugiados, imigrantes e requerentes de asilo morreram ou desapareceram no ano passado enquanto tentavam chegar à Europa pelas rotas marítimas do Mediterrâneo e do Atlântico.


A informação foi divulgada hoje (29) em relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).


Shabia Mantoo, do Acnur, disse, em entrevista em Genebra, que o número de 2021 representou quase duas vezes o total de vidas perdidas no ano anterior.


"Estamos vendo os aumentos dispararem", disse ela. "É alarmante."

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page