Maio Amarelo terá mais de quarenta ações educativas em Foz


Campanha deste ano tem como tema “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”


Parar na faixa de pedestre, usar a cadeirinha para as crianças e não dirigir usando o celular são alguns dos exemplos de como agir de forma respeitosa e responsável no trânsito. Essa é a mensagem da campanha Maio Amarelo 2021, que será desenvolvida pelo Gabinete de Gestão Integrada de Foz do Iguaçu (GGIM) através da Câmara Técnica de Trânsito e Programa Vida no Trânsito – PVT, composto por instituições do Poder Público e sociedade civil.


A programação, divulgada nestas sexta-feira (30), prevê 47 ações educativas ao longo do mês, compactuadas entre os órgãos e entidades parceiras. "As empresas e instituições também podem aderir ao movimento de uma série de maneiras, colorindo o local de amarelo ou desenvolvendo atividades com seus colaboradores e chamando atenção para os temas, que são o respeito e a responsabilidade no trânsito”, informou o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada, Josnei Fagundes.


A abertura oficial do Maio Amarelo acontecerá no dia 05, próxima quarta-feira, com uma live às 19 horas na página do Youtube do Programa Vida no Trânsito (www.youtube.com/c/PVTFOZ).


As atividades seguem no dia 07, às 17h, com uma blitz educativa para ciclistas e pedestres na passarela da BR 277 – KM 724. Além das orientações aos pedestres sobre o uso da passarela para travessia de forma segura, serão distribuídas luzes sinalizadoras para os trabalhadores que utilizam a bicicleta como meio de transporte.


No dia 10, às 10 horas, a ação acontecerá no Terminal de Transporte Urbano (TTU) com motoristas e cobradores do transporte coletivo. Os motoristas receberão protetores de painel, lixocar e folders. No dia 11, a Associação Ciclistas Cataratas do Iguaçu fará a distribuição de panfletos e adesivos sobre a segurança no trânsito, na avenida Mário Filho, em frente a Igreja Católica, as 11h30.


A programação seguirá até o dia 31 de maio com blitzes educativas, palestras, distribuição de panfletos, passeios, entre outras ações. O objetivo, segundo o coordenador do Gabinete de Gestão Integrada, é envolver toda a sociedade. “Apesar de registrarmos redução no número de acidentes nos últimos anos, o trânsito ainda mata. Nosso intuito é chamar atenção da sociedade, gerando o debate e orientando sobre as medidas de segurança para melhorar o trânsito”, disse Fagundes.


O número de mortes em acidentes de trânsito reduziu 62% nos últimos nove anos em Foz do Iguaçu. De acordo com o levantamento da Câmara Técnica de Trânsito, foram registrados 88 óbitos em 2011 e, em 2020, foram 33 mortes. As principais vítimas fatais ainda são os motociclistas, seguido dos pedestres, ocupantes de veículos leves e ciclistas. A redução deve-se à conscientização dos condutores e também às ações de fiscalização dos órgãos de segurança.

2 visualizações0 comentário