Governo do Paraná investe R$ 9,9 milhões em asfalto em Foz


Com apoio do Governo do Estado, os municípios paranaenses reforçam ações de melhorias com pavimentação de 1.700 quilômetros de vias urbanas, entre 2019 e 2020. Isso equivale a distância de ida e volta entre Paranaguá e Foz do Iguaçu (734 km) pela BR-277 e mais duas viagens entre Londrina e Maringá (240 km). Os investimentos chegaram a mais de 97% dos e englobam obras concluídas, em andamento ou projetos já aprovados entre janeiro de 2019 e junho de 2020. Em Foz do Iguaçu o investimento total em três convênios foi de R$ 9,9 milhões. Foram executados 206 mil metros quadrados de pavimentação de vias urbanas.

Os convênios são das secretarias de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas e de Infraestrutura e Logística. As 846 assinaturas da primeira pasta em 388 municípios ultrapassam R$ 1,094 bilhão,  entre recursos a fundo perdido e financiamentos disponibilizados pelo Estado.

Os contratos da Secretaria de Infraestrutura abrangem mais de 70 cidades e envolvem cerca de R$ 146 milhões, incluindo as contrapartidas das prefeituras, responsáveis por contratar as melhorias urbanas. “O Paraná tem um compromisso com o desenvolvimento sustentável e com a modernização dos municípios”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Pavimentação gera qualidade de vida, segurança, empregos e transforma a confiança dos cidadãos”, enfatiza.  “Em um ano e meio levamos melhorias a todo o Estado e estamos dialogando constantemente com os prefeitos e deputados estaduais para ampliar essa cobertura”.


RAIO-X – Pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano são 461 convênios de pavimentação nova (R$ 678 milhões) e 585 de recapeamento (R$ 415 milhões). Ao todo, o investimento alcança R$ 1,094 bilhão, sendo R$ 496,7 milhões ainda em andamento, gerando novos empregos, R$ 260,1 milhões em obras concluídas e R$ 155,5 milhões já autorizados para a licitação. Os demais recursos englobam obras contratadas, com medição encerrada ou liberadas para homologação.


ASSOCIAÇÕES - Até o momento 388 municípios foram beneficiados e os convênios com os demais 11 serão efetuados nos próximos meses. Todas as associações municipais do Paraná foram contempladas com pavimentação urbana nas cidades que as compõem.

Os 846 contratos envolvem, por exemplo, 118 cidades da Associação dos Municípios do Oeste (Amop), 14 da Associação dos Municípios do Litoral (Amlipa), 63 da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), 129 na Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), 23 na Associação dos Municípios do Norte (Amunop) e 10 na Associação dos Municípios do Sul Paranaense (Amsulpar).


CIDADES GRANDES - Apenas para Curitiba foram destinados R$ 51,8 milhões pelo SFM em três convênios desde janeiro de 2019. O primeiro para recape asfáltico de 283,3 mil metros quadrados, o segundo para outros 314,5 mil metros quadrados e o terceiro para revitalização da Avenida Manoel Ribas, compreendendo serviços preliminares, drenagem, terraplenagem, pavimentação, paisagismo, sinalização, obras de arte especial, infraestrutura de fibra óptica e iluminação pública.

As obras envolvem 36 bairros: Água Verde, Alto Boqueirão, Bacacheri, Bairro Alto, Barreirinha, Boa Vista, Boqueirão, Santa Cândida, São Lourenço, Tingui, Ahú, Bigorrilho, Bom Retiro, Campina do Siqueira, Cascatinha, Cajuru, Capão da Imbuia, Capão Raso, Centro, Centro Cívico, Cristo Rei, Jardim das Américas, Juvevê, Mercês, Novo Mundo, Portão, Rebouças, Santa Felicidade, São Francisco, Santa Quitéria, São João, Sítio Cercado, Uberaba, Vila Izabel, Vista Alegre e Xaxim.

Em Londrina os recursos da SEDU somam R$ 32 milhões para implantação do loteamento Cidade Industrial, incluindo terraplenagem, drenagem, pavimentação, serviços de urbanização, redes de água e esgoto, iluminação pública, e serviços complementares, além de pavimentação de vias urbanas, calçada em concreto, rampa de acessibilidade, sinalização horizontal e vertical e ensaios de controle tecnológico.

Para Maringá foram R$ 9,5 milhões em quatro convênios para asfaltar as 26 principais avenidas da região central. Para Umuarama foram R$ 18,8 milhões sem seis convênios; para Guarapuava, R$ 1,6 milhão; para Francisco Beltrão, R$ 15 milhões em oito convênios; para Pato Branco, R$ 4,1 milhões em dois convênios; e para Almirante Tamandaré, R$ 15 milhões em sete convênios.


MENORES - Municípios menores foram igualmente contemplados com as iniciativas do Governo do Estado. Atalaia, cidade de três mil habitantes, no Noroeste, recebeu R$ 150 mil; Morretes utilizou R$ 950 mil para asfaltar as principais ruas para melhorar o turismo; Barbosa Ferraz recebeu R$ 1,6 milhão para modernizar diversos trechos; Agudos do Sul executa obras viárias com recursos de R$ 286 mil; e Primeiro de Maio recapa diversas avenidas com apoio de R$ 1,3 milhão da SEDU.


DEMANDAS ANTIGAS – Em todas as regiões do Estado 74 municípios paranaenses também foram beneficiados com convênios da Secretaria de Infraestrutura e Logística ao longo desse um ano e meio. Os investimentos foram de aproximadamente R$ 146 milhões, a grande parte neste ano.

“Estamos trabalhando nos macroprojetos de Infraestrutura do Estado, como o Anel de Integração, os contornos rodoviários e as melhorias nas rodovias, mas mantendo as modernizações constante nos municípios”, explica o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “Os convênios da nossa pasta ajudaram a tirar do papel demandas antigas da população, de acessos principais às avenidas de comércio. A obras impactam diretamente na rotina dos centros urbanos”.

Em 2019 foram 57,1 quilômetros asfaltados em 20 municípios diferentes de todas as regiões do Estado, a maioria de recape ou pavimentação asfáltica, além de três pavimentações poliédricas em Capitão Leônidas Marques e Roncador.

Em 2020 foram investidos recursos em 174,5 quilômetros em 55 municípios (algumas cidades receberam verbas nessa linha nos dois anos). Foram, ao todo, 64 recapes ou pavimentações, seis pavimentações poliédricas (Pinhalão, Prudentópolis, Araruna, Marumbi e Leópolis) e uma pavimentação em bloco sextavado em Santa Isabel do Ivaí.

Os convênios contemplam, ainda, implantação de ciclovia asfaltada (Ponta Grossa), drenagem e sinalização (Boa Esperança), recuperação de ponte (Pinhal de São Bento), implantação de trevo (São Miguel do Iguaçu e Entre Rios do Oeste) e implantação de calçada (Primeiro de Maio e Nova Santa Bárbara).

As melhorias alcançaram Guaíra, no Oeste, por exemplo. Foram liberados R$ 2 milhões para as pavimentações da Avenida Marginal e da Rua Albino Guzella. Os investimentos irão agilizar o trânsito e reduzir o número de veículos pesados na principal via que corta o município (BR-163).

Em Cascavel haverá reurbanização de um trecho de 1,8 quilômetro da Avenida Brasil, principal via de acesso à cidade, entre a Rua Corbélia e o Trevo Cataratas. O investimento é de R$ 5,28 milhões.

9 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.