Foz receberá 9.360 doses Pfizer e vai ampliar a vacinação contra a Covid nos grupos prioritários


As doses contemplam a primeira aplicação em pessoas com comorbidades, trabalhadores da educação, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas com fatores de risco


A Prefeitura de Foz do Iguaçu receberá, na segunda-feira (24), 9.360 doses da vacina Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. As doses começarão a ser aplicadas na terça-feira (25) em pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores da educação, gestantes e puéperas com comorbidades.


Esse é o primeiro lote da vacina enviado ao município e o terceiro entregue pelo Ministério da Saúde ao Governo do Estado. O Paraná vai receber, ao todo, 39.780 doses do imunizante para continuidade do Plano Estadual de Vacinação.


Nesta etapa, além de Foz do Iguaçu, outras oito cidades serão contempladas: Curitiba, Ponta Grossa, Guarapuava, Araucária, Campo Largo, São José dos Pinhais, Colombo e Pinhais.


Segundo a coordenadora de imunização do município, Adriana Izuka, a vacina da Pfizer exige cuidados específicos para conservação, além de prazos diferenciados, tanto no armazenamento como na aplicação. “As doses virão descongeladas, o que significa uma durabilidade de até cinco dias. Quando as doses vierem congeladas, a Secretaria de Saúde utilizará o ultrafreezer cedido pela Unila. Cada frasco da Pfizer possui seis doses e deve ser diluído em soro fisiológico para aplicação, além da necessidade do conjunto de seringas específicos de 1 ml, que devem chegar ainda no final de semana”, explicou.


De acordo com a fabricante norte americana, o imunizante possui validade de até seis meses quando conservado em -80ºC a -60ºC. Se a vacina for mantida na temperatura -25ºC a -15ºC, a validade é de 14 dias. Quando “descongelada”, de 2ºC a 8ºC a durabilidade do imunizante é de até cinco dias. Caso a vacina já tenha sido diluída no soro, a duração é de apenas seis horas.


Eficácia


Os resultados dos estudos de fase 3 da Pfizer, envolvendo mais de 44 mil voluntários, mostraram que globalmente a eficácia da vacina contra a covid-19 foi de 95%, com esquema de duas doses. No Brasil, o Ministério da Saúde adotou um intervalo de 12 semanas (3 meses) entre as doses.


De acordo com a fabricante, os dados demonstraram também que a vacina foi bem tolerada, sendo que nenhuma preocupação séria de segurança foi observada.


Confira a distribuição das doses por município:


Curitiba – 7.020

Ponta Grossa – 8.190

Guarapuava – 1.170

Foz do Iguaçu – 9.360

Araucária – 1.170

Campo Largo – 1.170

São José dos Pinhais – 4.680

Colombo – 3.510

Pinhais – 3.510

Total: 39.780 doses.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47951

0 visualização0 comentário