Foz do Iguaçu tem 100% de transparência na vacinação contra a Covid-19


Levantamento do Tribunal de Contas do Paraná aponta que dos 399 municípios do estado, apenas 36 atingiram a nota máxima


Foz do Iguaçu está entre as 36 cidades paranaenses a atingir 100% de transparência no processo de vacinação contra a covid-19, conforme o levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR). Entre os municípios com mais de 250 mil habitantes, Foz do Iguaçu foi o único a atingir nota máxima, a frente de Cascavel (95%), Londrina (90%), Maringá (70%), São José dos Pinhais (70%) e Ponta Grossa (15%).


Os resultados da pesquisa do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP) foram divulgados nesta segunda-feira (31) e mostram que apesar dos esforços muitos municípios ainda não têm dado a atenção necessária ao tema. O levantamento foi feito entre os meses de março a maio e envolveu os 399 municípios do Paraná. Os dados foram obtidos por meio do envio de um formulário on-line com 11 questões relativas ao assunto, cujas respostas foram posteriormente validadas por analistas do órgão de controle.


Foz do Iguaçu, na contramão da maioria dos municípios, vem dando ampla publicidade ao processo de vacinação, com a criação de um portal específico para consultas e informações. “Em 9 de abril criamos o portal da vacinação, com todas as informações disponíveis, agendamento para vacinas e o vacinômetro, com as doses recebidas e aplicadas. Todas as informações são atualizadas diariamente, o que garante a transparência, o acesso à informação e melhor controle pelos agentes de saúde”, comentou a secretária de saúde, Rosa Maria Jerônymo.


Através do site http://vacinacao.pmfi.pr.gov.br/, o morador também encontra o portal da transparência, informações sobre as vacinas, notícias produzidas pela assessoria de comunicação da prefeitura, os locais de vacinação, perguntas e respostas mais frequentes, além do plano de operacionalização. O site foi construído pela Secretaria de Tecnologia da Informação e é abastecido em parceria com a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica.


Resultados


Conforme apontado no relatório final da pesquisa, a média do atendimento aos critérios do questionário ficou em 54,2%, com 214 prefeituras atingindo notas superiores a este percentual. Destas, 120 - ou 30% do total - superaram o índice de 80%; 84, o de 90%; e 36 cumpriram integralmente todos os itens do levantamento, situação que também foi verificada no governo estadual - o qual foi avaliado por meio de uma ação específica da Terceira Inspetoria de Controle Externo (3ª ICE) do Tribunal.


Dentre os dez municípios mais populosos do Paraná, apenas Foz do Iguaçu e Guarapuava atingiram a nota máxima. Em seguida, vieram Cascavel (95%), Londrina (90%), Maringá (70%), São José dos Pinhais (70%), Curitiba (60%), Paranaguá (60%), Colombo (35%) e Ponta Grossa (15%). Finalmente, 29 prefeituras apresentaram a menor pontuação observada, de 5%.


Os outros 34 municípios que atenderam a 100% dos critérios do levantamento foram: Arapoti, Bela Vista do Paraíso, Boa Esperança, Bom Jesus do Sul, Borrazópolis, Candói, Céu Azul, Clevelândia, Goioerê, Guaíra, Guapirama, Guaraci, Guaratuba, Ibema, Ibiporã, Imbituva, Inácio Martins, Indianópolis, Irati, Itaúna do Sul, Jaboti, Janiópolis, Jesuítas, Marechal Cândido Rondon, Mariluz, Palmital, Pato Bragado, Querência do Norte, Rancho Alegre d'Oeste, Roncador, Salgado Filho, São Manoel do Paraná, Terra Roxa e Toledo.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-48017

0 visualização0 comentário