Foz do Iguaçu fecha primeiro trimestre com 1.050 novos empregos


Conforme dados do Caged, setor de serviços foi responsável pela abertura de 980 vagas no período


A economia de Foz do Iguaçu está em recuperação plena no pós-pandemia. Nos primeiros três meses do ano foram abertos 1.050 novos postos de trabalho com carteira assinada. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Previdência.


O bom desempenho foi puxado principalmente pelo setor de serviços que engloba as mais de 50 atividades ligadas ao turismo, principal segmento econômico da cidade. "O turismo voltou com vigor. Os atrativos, hotéis e pousadas, restaurantes e comércio estão aquecidos com o retorno dos turistas e visitantes", destacou o prefeito Chico Brasileiro.


O saldo positivo na criação de empregos em Foz do Iguaçu é resultado de 9.979 contratações, ante 8.929 desligamentos, entre 1° de janeiro a 31 de março. O setor de serviços foi responsável pela abertura de 980 vagas de trabalho no período.


"Graças aos protocolos adotados durante a pandemia e empenho da população, Foz do Iguaçu pode acabar com as restrições sanitárias e os feriados prolongados contribuíram para alavancar as contratações", ressaltou Chico Brasileiro. O prefeito também destacou a atuação do setor produtivo que se empenhou junto com o poder público para superar o momento difícil.


Demais segmentos


De acordo com o Caged, os setores de comércio e indústria também apresentaram números positivos, com 83 novos empregos diretos. Os números revelam uma boa expectativa e não contou ainda o movimento dos feriados de abril e a proximidade das promoções e novidades para o Dia das Mães.


Os bons números da economia podem ser conferidos nos balanços da Agência do Trabalhador, que mantém uma média de 200 vagas abertas diariamente. O serviço de encaminhamento para entrevistas é gratuito e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. Mais informações pelo telefone: (45) 3545-5450.


Estadual e nacional


O Paraná fechou o primeiro trimestre do ano com a abertura de 56.225 vagas de emprego com carteira assinada. Quinto melhor resultado do País, o saldo do Estado é superior à soma dos empregos gerados por todos os estados do Norte e do Nordeste no período.


No Brasil, foram abertos 615.173 postos de trabalho nos três primeiros meses do ano. Somente em março, último mês analisado, foram 136.189 admissões. O saldo foi resultado de 1.953.071 contratações menos 1.816.882 de demissões.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia.php?id=50074

0 visualização0 comentário