Entenda o avanço das dunas em Florianópolis que causou a interdição de casas


Vento Sul faz o transporte da areia. Na terça-feira (6), a Defesa Civil interditou duas residências no bairro Ingleses.


O avanço das dunas no bairro Ingleses, no Norte da Ilha em Florianópolis, causou a interdição de duas casas. O professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) João Carlos Rocha Gré explica que o fenômeno está relacionado ao vento, que faz o transporte dos grãos de areia.


Nesta segunda-feira (12), um perito vai até o local para realizar uma nova avaliação sobre a situação das residências.


A Defesa Civil Florianópolis interditou as casas na terça-feira (6) após as estruturas ficarem comprometidas com o peso da areia.


A Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram) afirma que as casas que estão naquele local são irregulares, pois estão em uma Área de Preservação Permanente (APP).

A prefeitura não informou a situação atual das famílias que tiveram as casas interditadas. Na quinta (8), a Defesa Civil disse que as famílias foram orientadas a saírem da residências e receberam atendimento da Assistência Social.

O professor Gré, que também é geólogo, explicou que o avanço das dunas se deve a dois fatores que ocorrem em Ingleses: há um banco de areia e vento forte para transportar os grãos. O banco de areia fica na Praia do Moçambique, que fica a cerca de 10 quilômetros da Praia dos Ingleses.

Qualquer vento leva grãos de areia. O que vai determinar onde haverá mais acúmulo é a intensidade do fenômeno, segundo ele. "O vento Sul, apesar de ser menos frequente, sempre venta com mais força. Por isso, o transporte final é para o [sentido] Norte [em relação a Moçambique]", disse Gré.


"A areia estando seca, há condição favorável para o transporte da areia. Se o vento for fraco, essa areia vai se movimentar por rolamento, grãozinho a grãozinho. Não dá pra prever o quanto de volume dessa areia vai ser transportado, vai depender da força do vento", afirmou o professor.




0 visualização0 comentário