Em três meses, UPA do Morumbi fez mais de 4,8 mil testes de covid-19


Unidade de saúde passou a atender apenas pacientes positivos nesta semana e está sendo preparada para receber mais camas especiais


A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Walter Cavalcanti Barbosa, no bairro Morumbi, em Foz do Iguaçu, completou na quarta-feira (26), três meses desde que passou a fazer a triagem e exames de casos sintomáticos de covid-19. Neste período, foram 4.860 testes RT-PCR para detecção do coronavírus, com uma média de 115 pessoas atendidas diariamente.


Para desafogar o atendimento na UPA, desde esta semana a unidade está atendendo apenas os casos positivos de covid-19, enquanto os casos suspeitos são encaminhados à Unidade Básica de Saúde (UBS) 24h Padre Ítalo. A UPA do Morumbi, atualmente com 50 leitos, está sendo preparada para receber mais camas especiais, informou Adriano Pavan, coordenador geral das UPAs.


Nestes três meses de triagem dos casos da doença, a UPA do Morumbi fez 38.595 exames gerais para diversas especialidades médicas. Neste período, a unidade passou a funcionar como um entreposto de pacientes com sintomas graves da covid-19, à espera de vaga em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital Municipal Padre Germano Lauck.


O aumento desta demanda mudou o perfil de atendimento no local e, de acordo com o coordenador, dos 50 leitos, cinco deles são de Suporte Avançado de Vida (SAV), semelhantes à UTI. "Temos a possibilidade de expandir para mais 12, então podemos chegar a 17 leitos SAV", disse Pavan.


“Nós estamos preparados para atender aos casos graves, mas estamos preocupados e assustados com essa situação. Temos equipe de médicos, farmacêuticos, fisioterapeutas e enfermeiros, que estão trabalhando 24h para dar conta de todos os atendimentos”, comentou o coordenador.


Casos atendidos


Os 10.200 pacientes atendidos na unidade, de 26 de fevereiro a 26 de maio, foram classificados com diferentes cores para classificar o grau de necessidade. A maioria dos registros, 5.069, recebeu a cor verde (pouco urgente), 2.705 a cor azul (não urgente) e 1.341 não foram classificados. Os dados indicam ainda que 779 receberam a cor amarela (urgente), 193 vermelho (emergência) e 113 laranja (muito urgente).


No período, 767 pacientes atendidos na UPA foram transferidos ao Hospital Municipal, 142 destes precisaram ser entubados devido aos sintomas graves. Do total de transferidos, 302 foram classificados como urgente (amarelo), 174 como pouco urgente (verde), 142 como emergência (vermelho), 76 não foram classificados, 49 como muito urgente (laranja) e 24 como não urgente (azul).


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia-47993

0 visualização0 comentário