Em operações contra o descaminho de mercadorias, RFB, PRF e BPFROM retêm cinco veículos em 24h


Durante a manhã de ontem, dia 22/06, as equipes da RFB realizaram duas retenções de veículos, contendo mercadorias irregulares, no âmbito da Operação Escudo.

A primeira ocorreu pouco antes das 10h, no posto da PRF na BR-277 de Santa Terezinha de Itaipu. A operação conjunta entre RFB e PRF, resultou em um ônibus retido, transportando no bagageiro mercadoria estrangeira, sem nota fiscal ou outro documento que comprovasse a regularidade fiscal da mesma.

O conteúdo da mercadoria, em sua maioria tratava-se de eletrônicos, avaliados em R$60 mil reais. A mercadoria e o ônibus de turismo, com destino a Maringá, foram retidos e encaminhados à Receita Federal de Foz do Iguaçu.

Posteriormente, por volta das 12h, os servidores da RFB realizaram a abordagem de dois veículos na BR-277, próximo ao Castelinho.

Os veículos em questão estavam carregados de vestuário, indicando destino comercial, sem nota fiscal ou outro documento comprovatório de regularidade fiscal. O valor estimado para as mercadorias presentes nos dois veículos é de R$30 mil reais.

Segundo as condutoras dos veículos, o destino final das mercadorias seria Mamborê-PR. Os veículos e as mercadorias foram retidos e encaminhados à Receita Federal de Foz do Iguaçu.

Já durante a noite, as equipes da RFB em operação conjunta com o BPFROM e a PRF realizaram mais uma retenção, dessa vez de dois ônibus de turismo. A abordagem ocorreu por volta das 20h, no posto da PRF em Céu Azul.

Dentro dos bagageiros dos ônibus foram localizados cerca de R$200 mil em mercadorias estrangeiras, sem notas fiscais ou outro documento comprovatório de regularidade fiscal. Assim como nos outros casos, os veículos e as mercadorias foram retidas e encaminhados para a Receita Federal de Foz do Iguaçu.

Durante essas operações, ninguém foi preso, mas serão enviados Representações Fiscais ao Ministério Público para apuração dos ilícitos.

A Receita Federal disponibiliza telefones de contato para denúncias, de forma anônima, por meio dos números (45) 9 9152-2036 e (45) 9 9134-0100.


Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.








1 visualização0 comentário