DISK Shows faria dois espetáculos com Marília Mendonça no Paraná e no Paraguai em 2021


Empreendedores da empresa lamentam profundamente a perda, "Ela é insubstituível"


A empresa de eventos DISK Shows é atualmente uma das grandes produtoras do país. Atua no desenvolvimento de espetáculos em todo o Brasil. Como grande parte do setor foi atingida bruscamente pelos efeitos da pandemia e ficou quase dos 2 anos sem gerar renda e emprego. Nas etapas da retomada, buscou produzir os principais artistas e grandes sucessos. No dia 05 de novembro de 2021, às 18h, os empreendedores iriam anunciar oficialmente para toda da região Oeste do Paraná e para Cuidad del Este (Paraguai), dois shows, nas datas do dia 13 de dezembro, em Toledo, no Paraná e no dia 25 de dezembro em CDE, deste ano.

A artista contratada era a espetacular MARÍLIA MENDONÇA. A cantora sofreu o acidente aproximadamente às 16h do mesmo dia do anúncio programado e todos os planos foram cancelados. "Mais que perder duas produções que envolveriam muitas pessoas direta e indiretamente, a DISK SHOW perdeu uma parceira, uma amiga de trabalho e todos nós perdemos um ser humano iluminado. Lamentamos profundamente a perda, Marília Mendonça é insubstituível", destacou um dos empreendedores. Em suas composições trouxe temas que não era discutidos nas músicas sertanejas. Era o caso da música TROCA DE CALÇADA, na qual a prostituição era assunto principal. A cantora sempre incluía o tema o sofrimento pelo o amor não correspondido como tema foco, como foi em "Sentimento Louco" e "Infiel", primeiros grandes composiçõrs cantadas por ela, em 2015.

O sucesso foi meteórico, principalmente por cantar músicas que falam de amor, traição e dor de cotovelo.

Não demorou muito para a cantora ser coroada a “Rainha da Sofrência”, referência direta ao tom dramático de suas músicas.

A artista logo se tornou uma das mais requisitadas para shows e festas em todo o Brasil.

De acordo com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), a música Até Você Voltar, em parceria com Juliano Tchula, foi a canção de autoria de Marília mais tocada nos últimos 10 anos nos principais segmentos de execução pública de música. No banco de dados do órgão, há, ao todo, 324 músicas e 391 gravações suas e de parceiros cadastradas. "Com sua percepção aguçada e letras que mostravam o sentimento de muitos brasileiros, Marília foi uma artista essencial para o sertanejo e fará muita falta na música brasileira", destacou o Ecad.



MARÍLIA

A cantora e compositora Marília Mendonça, nascida na cidade de Cristianópolis (GO) e criada em Goiânia, morreu no dia (5) à tarde, quando se deslocava de avião para a cidade de Caratinga (MG), onde faria um show à noite. Todas as outras quatro pessoas que estavam no avião com a artista também morreram na hora. Marília Mendonça teve seu primeiro contato com a música por meio da igreja e começou a compor aos 12 anos,

passando a criar canções para vários cantores. Se tornou procurada pelo meio, com várias músicas para

os principais destaques da música sertaneja, como Minha Herança (gravada por João Neto & Frederico), Muito Gelo, Pouco Whisky (Wesley Safadão), Até Você Voltar, Cuida Bem Dela , Flor e o Beija-Flor (Henrique & Juliano), Ser Humano ou um Anjo (Matheus & Kauan), Calma (Jorge & Mateus) e É Com Ela Que Eu Estou (Cristiano Araújo). Outros artistas também gravaram suas canções, como Luccas Luco, Maiara e Maraísa, Matheus e Kauan, César Menotti e Fabiano.


MÃE

Em maio de 2019, a cantora confirmou que estava se relacionando há cinco meses com o também cantor sertanejo Murilo Huff. Meses depois, ela anunciou que estava grávida do primeiro filho com o cantor. Léo nasceu no dia 16 de dezembro de 2019.


Parceiros que também lamentam a grande perda: SHOPPING CHINA, LA PRODUÇÕES, MELÃO PRODUÇÕES e MILTON MARTINS PRODUÇÕES

11 visualizações0 comentário