Deu ruim para a barbearia de Foz


Maria da Penha



Conteúdo da Notícia Crime enviada ao Ministério Público


"Boa noite,


Nós do Coletivo Mulheres da Fronteira, com o apoio do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular e Coletivo de Advogadas e Advogados pela Democracia, queremos denunciar a empresa Joka Barbearia & Conveniência de Foz do Iguaçu por veicular em suas redes sociais publicidades de cunho machista, misógino e desrespeitoso, utilizando a objetificação de mulheres e incitando a violência que é CRIME.


Em plena data de comemoração dos 14 anos da Lei Maria da Penha, 7 de agosto, a empresa citada veiculou uma imagem de mulher associada aos dizeres” Se bater, bata direito” e publicou em suas redes sociais: Instagram e Facebook.


Frente à indignação de várias pessoas, especialmente as mulheres que se sentiram desrespeitadas pela publicação e realizaram denúncias nas redes, a página foi tirada de circulação e horas depois retornou ao ar pois o responsável pelo estabelecimento veiculou uma retratação que de modo algum justifica ou redime a empresa de expressar discursos de ódio, de incitação à violência e apologia à atitudes que expõem as mulheres à situações degradantes. Uma breve consulta às redes desta empresa, foram observadas outras diversas publicações que ferem a dignidade da mulher, demonstrando o explícito desrespeito desse comércio às mulheres e sua luta contra a violência.


Certos (as) da seriedade desse Ministério em tomar as medidas cabíveis diante do tipo de postura inadequada e desrespeitosa dessa empresa, aguardamos os encaminhamentos e colocamo-nos à disposição".


Atenciosamente,

481 visualizações

Foz do Iguaçu - Paraná

©2021 por Portal Fronteiras. Orgulhosamente criado e desenvolvido por Agência Ludkus.