Covid-19: Mais de 50 mil pessoas estão com a dose de reforço em atraso


Pessoas acima de 18 anos que receberam a segunda dose há pelo menos quatro meses podem buscar uma das 29 unidades de saúde sem a necessidade de agendamento


Em Foz do Iguaçu, 50.804 pessoas acima de 18 anos já poderiam ter recebido a dose de reforço (terceira dose) contra a Covid-19. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde para quem recebeu a segunda dose há pelo menos quatro meses.


O número de pessoas com a segunda dose em atraso também chama atenção: são 18.457 iguaçuenses, além de 4.544 que não retornaram as unidades para receber a segunda dose (ou dose de reforço) da Janssen.


A situação preocupa a Secretaria Municipal da Saúde, especialmente diante do cenário epidemiológico, com mais de 14 mil casos de Covid registrados somente neste mês de janeiro.


“Não existe falta de vacinas em Foz do Iguaçu. Todas as unidades ofertam a primeira, segunda ou terceira dose. Quem estiver com alguma vacina em atraso deve buscar a UBS mais próxima de casa, sem a necessidade de agendamento”, orientou a secretária da saúde, Rosa Maria Jerônymo.


Proteção


A eficácia das vacinas está comprovada com a redução dos casos graves pela doença e o numero de óbitos no município: 75% dos pacientes hospitalizados em Foz do Iguaçu não se vacinaram ou não completaram o esquema vacinal com as três doses. Dos dez óbitos registrados até 24 de janeiro, 90% eram de não imunizados.


“Apesar da alta incidência de casos, as pessoas totalmente vacinadas tem apresentado apenas sintomas leves da doença. Completar o esquema vacinal é essencial para evitar óbitos e a forma grave”, afirma o enfermeiro e gerente da Vigilância epidemiológica, Roberto Doldan.


Além de garantir maior proteção contra a Covid-19, o esquema vacinal completo passou a ser uma exigência em Foz do Iguaçu a partir da publicação do Decreto 29.947, que determina a apresentação do comprovante vacinal para acessar prédios públicos da Prefeitura, eventos sociais, esportivos, clubes e espaços com shows e danças, casas noturnas e lounges. Pessoas não vacinadas deverão apresentar exame de RT-PCR ou teste de antígeno negativos para a COVID-19, realizados 24h antes.


“A exigência do comprovante de vacinação está baseada diretamente nisso, no comportamento da evolução da doença em pessoas vacinadas”, reiterou Doldan.


Foz do Iguaçu já aplicou 515.630 doses de vacinas contra a Covid-19 desde o início da campanha, em janeiro do ano passado.

7 visualizações0 comentário