Consea debate em Foz políticas públicas como merenda escolar e Banco de Alimentos


Representantes da Prefeitura de Foz do Iguaçu participam do encontro e apresentam ações já desenvolvidas no município


A merenda escolar e compras institucionais de agricultura familiar são alguns dos temas tratados em reunião do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), que acontece nesta segunda e terça-feira (14 e 15) na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Foz do Iguaçu, com a participação de representantes da Prefeitura Municipal.


Após dois anos sem realizar reuniões presenciais, devido à pandemia da covid-19, o encontro reúne representantes das 23 Comissões Regionais de Segurança Alimentar e Nutricional do Paraná, além de integrantes do Ministério Público Estadual.


“É uma troca de informações. Nesta troca de demandas e atividades, buscamos solucionar os problemas e criar novos projetos que somam com todo o trabalho que já é realizado pelas comissões regionais,” ressaltou Roseli Pittner, presidente do Consea Paraná.


Representantes do Ministério Público Estadual apresentaram um painel informativo já disponível no site da instituição, em que é possível ter acesso a todas as informações de cada conselho municipal.


De acordo com a chefe do Departamento Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, Marcia Cristina, o encontro proporciona a discussão de novas possibilidades de projetos que visam beneficiar a população.


“Vamos tratar das perspectivas estadual, entender como podemos avançar nas nossas políticas públicas. Olhando sempre com o foco diferenciado, buscando aperfeiçoamento nas nossas ações voltadas à melhoria da qualidade de vida da população e ao direito humano à alimentação adequada,” destacou Marcia.


O secretário municipal de Assistência Social, Elias Souza, também participou da reunião. Ele ressaltou as ações já desenvolvidas no município e exaltou o papel do Conselho, sobretudo diante das inseguranças alimentares que a pandemia provocou na população mais carente nos últimos dois anos.


“Foz do Iguaçu já aderiu a grande parte das ações que organizam o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional. Temos também o próprio conselho, um banco de alimentos bem organizado que atende as entidades da rede socioassistencial, mas é preciso avançar sempre. O prefeito Chico Brasileiro assumiu o compromisso e estamos construindo as condições de adesão, como tantas outras políticas importantes que o Município já adotou”.


Ainda de acordo com Elias, já está sendo desenvolvido o Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.


Para o diretor de Agropecuária da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Comercial, Industrial e Agropecuário, Jan Nieuwenhoff, o encontro dos representantes dos 23 conselhos acontece em um bom momento para o município. "Vamos apresentar todas as nossas ações que o município vem executando em segurança alimentar, por todas as pastas envolvidas, e buscaremos novas ideias e novos projetos, que ajudem a ampliar os trabalhos ja ofertados à população iguaçuense".


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia.php?id=49821

1 visualização0 comentário