Comitiva de Londrina vem a Foz do Iguaçu, sua cidade-irmã, para unir esforços nos desafios em comum


Nesta terça-feira, 10, foi o segundo encontro entre as cidades, desta vez para conhecer os trabalhos desenvolvidos em Foz que podem ser levados para Londrina


Nesta terça-feira (10), foi a vez de Foz do Iguaçu receber os representantes da Prefeitura e Câmara de Vereadores de Londrina para um dia dedicado à troca de experiências e parcerias. Cidades coirmãs desde agosto, a comitiva do norte paranaense foi liderada pelo prefeito Marcelo Belinati e recebida pelo prefeito Chico Brasileiro.


A equipe que esteve em Foz do Iguaçu foi composta por secretários municipais, diretores e vereadores, interessados em ouvir as boas práticas do setor público iguaçuense que podem servir de modelo ao governo de Londrina.


O mesmo já aconteceu com os gestores de Foz, que em agosto foram até Londrina. De acordo com o prefeito Chico Brasileiro, no setor fazendário os primeiros resultados já começaram a aparecer, com reuniões semanais entre os secretários para debater projetos das cidades.


“Todas as boas ações que são feitas pela Prefeitura de Foz já são pensadas também para o compartilhamento com Londrina, assim como eles também repartem conosco. Temos como grande inspiração o planejamento urbano da cidade, como toda a estrutura de mobilidade, trânsito, entre outros avanços. Queremos trazer isso para a nossa população”, afirmou Chico Brasileiro.


“O serviço de administração pública é pautado pelo pensamento de buscar avanços para a vida dos cidadãos. Nenhum gestor sabe de tudo, por isso é importante olhar cada experiência, como temos em Foz o setor turístico e de inovação como carros-chefes”, destaca Belinati.


Trabalho integrado


Após o encontro de apresentação durante a manhã, os secretários de ambos os municípios participaram de reuniões ao longo do dia com seus pares para as apresentações de projetos já aplicados em Foz, nas áreas de fazenda, administração, turismo, empreendedorismo, obras, desburocratização dos serviços, assistência social, tecnologia, segurança pública, entre outros temas.


“As agendas, alinhadas por cada um dos secretários, têm como objetivo mostrar o que cada área desenvolve e como seria possível replicá-los em um município diferentes. Acreditamos que caminhar separados seja improdutivo, pois ao traçarmos esse caminho com mais pessoas, os resultados serão dobrados”, pontuou o secretário de Transparência e Governança de Foz, José Elias Castro Gomes.


“Foz é um modelo para todo o Paraná, uma referência em diversos assuntos de extrema relevância, então para o governo de Londrina também é um privilégio compartilhar informações. Vamos sair daqui ainda mais animados”, frisou o secretário de Governo de Londrina, Alex Canziani.


Reuniões entre os setores


Entre as principais agendas na cidade, os gestores londrinenses conheceram o sistema de emissão eletrônica dos alvarás, o Portal da Construção e visitaram a Central do Empreendedor. Ainda em relação à agilidade na solução de demandas, o aplicativo 156 Foz foi uma das pautas que chamaram a atenção e poderá ser utilizado pela Prefeitura de Londrina.


A tecnologia e a segurança pública também foram prioridades, como a visita até o sandbox da Vila A Inteligente e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), para conhecer as soluções estratégicas em áreas como cidades inteligentes.


“Londrina é uma grande potência, ficamos encantados com tudo que é feito por lá, então vamos trabalhar para melhorar cada vez mais todos os campos do poder público”, garantiu o vice-prefeito, delegado Francisco Sampaio.




2 visualizações0 comentário