Comitê de enfrentamento à Covid aprova mudanças no protocolo sanitário das escolas


Tapetes sanitizantes e aferição de temperatura não serão mais obrigatórios; uso de máscara e álcool em gel continuam sendo exigidos


A Secretaria Municipal da Educação recebeu parecer favorável do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 sobre alterações no protocolo sanitário das instituições de ensino da rede pública e privada de Foz do Iguaçu. As medidas entrarão em vigor após a publicação do decreto em Diário Oficial, prevista para esta semana.


Entre as mudanças propostas estão a não obrigatoriedade de tapetes sanitizantes e aferição de temperatura dos alunos na entrada das escolas. O distanciamento entre as carteiras, que antes era de dois metros, passará a ser de um metro e as marcações com fita no piso não serão mais obrigatórias, nem em sala de aula e também nos refeitórios.


O uso de máscara – com a recomendação de troca a cada duas horas e a disponibilização de álcool em gel continuam sendo obrigatórios. O uso de bebedouros continua sendo proibido, e a recomendação é que cada estudante porte uma garrafa para uso próprio.


As alterações propostas levam em consideração a cobertura vacinal em Foz do Iguaçu, que chegou a 109,3% com a primeira dose ou dose única e 100,3% com a segunda dose na população adulta.


“Outro fator importante é que as escolas são os ambientes mais seguros para os alunos e profissionais da educação. Desde a retomada das aulas presenciais na rede pública, não tivemos nenhum caso de surto em escola e poucos casos confirmados entre estudantes e professores”, explica Maria Justina da Silva, secretária da educação.


As escolas deverão manter informativos sobre a Covid-19 e as formas de prevenção da doença e também deverão continuar seguindo os protocolos de segurança para casos suspeitos.


A higienização dos ambientes também continua sendo obrigatória. Os jalecos utilizados pelos professores e os protetores faciais não serão mais obrigatórios, ficando a critério do funcionário a utilização do equipamento.

3 visualizações0 comentário