Bloco da Algazarra: em Cascavel, Carnaval vira “zoeira” e prefeito impõe respeito


Na noite de domingo (27) uma grande mobilização dos órgãos de segurança foi montada para conter os abusos que começaram na noite de sábado (26).


A Rua Paraná entre as Ruas Visconde do Rio Branco e Osvaldo Cruz, já é conhecida por ser o ponto de encontro na noite cascavelense, mas segundo o prefeito da cidade, Leonaldo Paranhos, o que se viu foi um comportamento desrespeitoso e agressivo.


“ Gente pulando em cima de capô de carro, patinando nas vias, jogando litro e quebrando em meio a via. Nós não teremos tolerância.”

Leonaldo Paranhos – Prefeito de Cascavel


Nas imagens divulgadas em redes sociais, é possível ver o cruzamento das Ruas Paraná e PIO XII totalmente fechado por pessoas e carros. Em algumas filmagens pessoas sobem em carros, em caminhões e até uma ambulância que passa pelo local é usada para a “festa” dos foliões. O prefeito relata que os órgão de segurança não estavam  preparados para quantidade de pessoas que se aglomeravam no local, tendo em vista que não havia liberação para carnaval na cidade, por conta da pandemia.


“A gente já tem todo o fim de semana um aumento de movimento nessa região, mas não esperávamos isso. Foi uma surpresa para nós e não foi possível mobilizar as equipes em tempo, visto que a aglomeração começou por volta das 11h da noite. Lamentável essa situação.”


Ainda na tarde de domingo, o prefeito foi até o local onde aconteceu toda a bagunça na cidade, e mostrou a indignação por meio de uma live. No vídeo, ele filmou como ficaram as ruas, após a festa. Muito lixo, garrafas quebradas e marcas de pneus e afirmou : “É camburão e cadeia para esse povo.”


As ações da prefeitura juntamente com os órgãos de segurança da cidade irão continuar durante o feriado prolongado para coibir a bagunça e principalmente a venda de bebida para menores de idade, como explica Paranhos.


“Tem uma lei que proíbe a venda de bebidas para menores, tem uma lei que proíbe o consumo de bebida alcoólica em praça pública. Nós estamos de olho se estabelecimentos forem flagrados vendendo bebida alcoólica para menores terão o alvará cassado.”

Leonaldo Paranhos – Prefeito de Cascavel



Não foi divulgado um balanço da operação, segundo a Polícia Militar, dados sobre apreensões e prisões serão divulgados na quarta-feira (02).

69 visualizações0 comentário