Bia Haddad é 1ª brasileira entre as 20 melhores tenistas do mundo

Paulistana subiu 8 posições e aparece na 16ª posição do ranking da WTA



A paulistana Bia Haddad tornou-se nesta segunda-feira (15) a número 16 do mundo no ranking da Associação Internacional de Tênis Feminino (WTA), posição até então inédita na carreira da atleta de 26 anos. É a melhor classificação de uma brasileira na história do tênis feminino do país na Era Aberta, iniciada em 1968. Pouco antes, quem brilhava no circuito era a brasileira Maria Esther Bueno: dos anos 1950 e início dos 1970 ela faturou oito títulos de Grand Slam. No entanto, a pontuação para o ranking da WTA só começou a valer a partir de 1975.


Após uma campanha histórica que resultou no vice-campeonato de simples do WTA 1000 de Toronto (Canadá) neste domingo (14), Bia Haddad saltou oito posições no ranking: saiu do 24º lugar para o 16º. Para chegar à final contra a romena Simona Halep, Bia superou a número 1 do mundo Iga Swiatek, Belinda Bencic (12ª), Leylah Fernandez (13ª), Karolina Pliskova (14ª) e Martina Trevisan (26ª).

A brasileira já volta à quadra nesta terça-feira (16) – horário ainda indefinido – no WTA 1000 de Cincinnati (Estados Unidos). A estreia será contra a letã Jelena Ostapenko (15ª). Na disputa de duplas, Bia jogará ao lado da cazaque Anna Danilina contra a taiwanesa Latisha Chan e a australiana Samantha Stosur.

0 visualização0 comentário