Ataques de piranhas não são exclusividade do Balneário Jacutinga


Incidentes são comuns também nas demais prainhas artificiais dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu; frequência aumenta em período de Piracema


Recentemente, uma matéria divulgada pelo 3º Comando Regional de Bombeiro Militar do Paraná (CRBM-PR) sobre os perigos e cuidados com ataques de piranha nas praias dos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, trouxe um tom injusto a respeito do Balneário Jacutinga, prainha artificial de Itaipulândia.


A matéria atenta que, “desde o início do Verão Paraná – Viva a Vida, na região Oeste do Estado, foram registrados 28 ataques”, dos quais “a maior incidência foi registrada na praia de Jacutinga, em Itaipulândia”. Contudo, alguns fatos informados pelo comandante do Verão Paraná – Viva a Vida pelo Corpo de Bombeiros da Costa Oeste, tenente Misael Duarte, infelizmente, foram transmitidos de forma equivocada. Acompanhe:


Fato 1: Para afirmar que a maior incidência de ataques de piranha tenha sido no Balneário Jacutinga, é necessário ter em mãos também os registros das outras cidades que abrangem o Lago de Itaipu, conforme aponta o 3º CRBM-PR e, seria mais justo também divulgar os ataques nas outras prainhas;


Fato 2: Não foi o Corpo de Bombeiros quem instalou as placas de orientação com relação aos ataques, conforme aponta o tenente, mas sim a Administração Municipal de Itaipulândia, com o apoio do Corpo de Bombeiros;


Fato 3: Da mesma forma, a prefeitura é responsável pela aquisição e instalação da rede: os profissionais do Corpo de Bombeiros apoiaram e ajudaram na instalação, mas quem realizou o investimento foi a Administração Municipal. A rede possui 200 metros de extensão e a prefeitura licitou a compra de mais 300


metros, o que irá garantir 70% de área de banho protegida contra o ataque de piranhas;


Fato 4: A matéria não cita outros municípios, dando ênfase nos ataques ocorridos em Itaipulândia, sendo parcial neste contexto e prejudicando a imagem consolidada que o Balneário Jacutinga possui como excelente lugar para lazer com a família e os amigos, além de completa infraestrutura.


Fato 5: Corretamente, a matéria observou que “o aumento do fluxo de pessoas nas praias de água doce da região e também o período de Piracema (temporada de reprodução dos peixes), que teve início em 1º de novembro e segue até 28 de fevereiro de 2022, foram os motivos desses incidentes”.


REFERÊNCIA LINDEIRA


O Balneário Jacutinga é conhecido internacionalmente por oferecer condições de excelente infraestrutura: além de 700 metros de orla, com 200m protegida para banho, há banheiros novos, playground para as crianças, academia ao ar livre, quiosques, churrasqueiras, mesas com bancos, água potável encanada e energia elétrica. Há pousadas, casas de veraneio e mercados próximos, o que facilita ainda mais o acesso e hospedagem dos turistas.


Para mais informações, entre em contato com a Secretaria de Turismo e Lazer pelo telefone (45) 3559-8037 ou no Paço Municipal Tancredo Neves, na Rua São Miguel do Iguaçu, 1891. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17 horas.

5 visualizações0 comentário