top of page

Aplicativo de mobilidade urbana GURI APP começa a funcionar em Foz


A cerimônia de lançamento foi realizada na ACIFI e contou com a participação de motoristas de aplicativos, o prefeito da cidade e demais representantes municipais.

Já está operando em Foz o novo aplicativo de mobilidade urbana, GURI APP, aplicativo que nasceu no Rio Grande do Sul, opera em 40 cidades na região Sul do Brasil e conta com mais de 140 usuários cadastrados. A cerimônia de lançamento e apresentação do aplicativo aos motoristas da cidade foi realizada nesta terça, 23, na ACIFI, e contou com a participação de dezenas de convidados, entre eles representantes municipais, como o prefeito de Foz, Chico Brasileiro, o vereador Kalito Stoeckl e o secretário municipal de transportes, Fernando Maraninchi.

O aplicativo GURI nasceu em 2019 em Passo Fundo, RS, a partir da ideia do criador e CEO, Vinícius Gois, ex-motorista de aplicativo: “Eu trabalhei como motorista de aplicativo no Rio Grande do Sul e pude vivenciar todas as experiências positivas e negativas, o que me incentivou a buscar uma alternativa e tomar coragem de criar um aplicativo que proporcione uma relação mais equilibrada para quem precisa ou escolhe viver disso, daí o nome GURI APP, cujo TRI nos remete à gíria gaúcha, “trilegal”, mas que no nosso caso significa tripé, ou seja, a busca pelo equilíbrio da relação entre motorista, usuário e plataforma.” Explica.

O conceito da busca de equilíbrio, oferecer um serviço de qualidade aliados à proposta de gestão local foi o que chamou a atenção do empreendedor iguaçuense, Marcio Bortolini. De família tradicional de Foz, Bortolini utiliza aplicativos de mobilidade tanto aqui quanto e em outras cidades, onde costuma viajar a trabalho, o que o ajudou na percepção da necessidade de melhora do serviço em Foz do Iguaçu, “sou completamente apaixonado por Foz, e sempre que pude contribuir para elevar o nome da nossa cidade eu contribuí, sobre trazer um aplicativo deste porte pra cá penso na democratização de um serviço essencial que é a mobilidade urbana e que não precisa ficar a cargo de grandes corporações mundiais, inatingíveis para o usuário final e o motorista, pelo contrário, podemos aproximar esta relação e tornar transparente e justa em uma relação equilibrada para todas as partes envolvidas, trazendo qualidade para o usuário, dignidade para o motorista e sustentabilidade para o aplicativo.” Conta.

Durante a apresentação, Marcio e Vinícius explicaram aos motoristas como funcionará o aplicativo, a exigência da documentação e, principalmente, a importância de o motorista estar regular junto ao INSS, o que pode ser feito via MEI, Micro Empreendedor Individual. Explicou também, além de bonificações, sobre o incentivo nesta etapa inicial, a estratégia de repasse zero durante os primeiros 30 dias, posteriormente repasse de 5%, por mais 30 dias, 10% nos 30 dias seguintes até chegar à taxa que será definida durante o período, mas que não passará de 20%.

O prefeito de Foz, Chico Brasileiro, esteve presente e elogiou a iniciativa, “A família Bortolini é uma família empreendedora aqui na cidade. O Márcio é uma pessoa que tem credibilidade e não tenho dúvidas de que será um sucesso.” Pontua.

O vereador Kalito Stoeckl lembrou a importância de o legislativo estar atualizado em relação às tecnologias de mobilidade urbana, cuja lei é de 2012 “Não podemos falar de tudo isso sem falar das tecnologias e das questões dinâmicas da sociedade da mobilidade urbana, que envolve tecnologias, IOT, entre outras. É preciso ficarmos atentos às leis até mesmo para contribuir e não atrasar a evolução por falta de uma legislação atual.” Alertou.

O secretário municipal de transportes, Fernando Maraninchi, falou sobre a importância de um aplicativo que torne mais atrativa a adesão dos motoristas até mesmo para desestimular a atividade informal de motoristas sem vínculo com aplicativos nem Taxi, operarem em pontos turísticos.

O ex-motorista de táxi aposentado, Fernando Rodrigues Pereira, compareceu à reunião e saiu de lá empolgado para voltar a dirigir pelo GURI APP, “a minha vida profissional começou com o táxi, e estou há quatro anos parado, hoje estou saindo desta reunião realmente com vontade de voltar a atuar, gostei do público heterogêneo e a participação das autoridades e é interessante quando o poder público se manifesta.” Disse.

Para Reinaldo Antunes, da Bahia, o estudante de Medicina que atua em Foz há três anos como motorista de aplicativo começou a fazer seu cadastro ainda durante a reunião. “Me passou muita confiança participar da reunião e ver essa administração local mais próxima do poder público. Acho positivo isso de exigir certificados, o que traz mais segurança ao usuário. Já comecei a me inscrever e amanhã, após receber o certificado que falta, eu finalizo o cadastro e começarei a trabalhar pelo GURI APP.” Comemora.

Contato: 45 98805-1676

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page