Agência do Trabalhador Itinerante leva oportunidades aos moradores de Três Lagoas


A ação nesta sexta-feira é realizada no Centro Escola Bairro Clóvis Cunha Vianna, com 150 vagas disponíveis


A quarta edição da Agência do Trabalhador Itinerante leva, nesta sexta-feira (25), 150 vagas de emprego disponíveis aos moradores da região de Três Lagoas. A ação iniciou às 8h e segue até as 14h, no Centro Escola Bairro Clóvis Cunha Viana.


Participam também equipes do Banco do Empreendedor e de parceiros da Prefeitura de Foz do Iguaçu, como a Cooperativa Lar, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Sincofoz (Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade de Foz do Iguaçu), com orientações jurídicas e contábeis.


“Devido à grande demanda de ofertas de trabalho no município, a prefeitura vem desenvolvendo uma série de ações. Em uma pesquisa percebemos que muitos cidadãos estavam com dificuldades de ir à agência no centro da cidade. Então, decidimos criar novas ações, aproximando nossos serviços à comunidade nos espaços públicos municipais,” ressaltou o diretor de empreendedorismo e desenvolvimento socioeconômico de Foz do Iguaçu, Luciano Castilha.


“A quantidade de vagas disponíveis diariamente pela Agência do Trabalhador demonstra que Foz está em acelerado processo de recuperação econômica, e esta ação itinerante visa levar esse desenvolvimento da cidade a todas as regiões, facilitando o acesso dos cidadãos às oportunidades”, destacou o prefeito Chico Brasileiro.


“É um serviço, em conjunto com a prefeitura, que a OAB presta à sociedade, como um dever do advogado, levando o acesso à justiça a todos os cidadãos iguaçuenses. Vamos atender demandas em diversas áreas como de família, cível, trabalhistas, entre outros suportes essenciais à comunidade,” enfatizou Otavio Augusto Soares, representante da OAB de Foz do Iguaçu.


Maria Antonina preencheu todos os requisitos para uma vaga de auxiliar de limpeza nesta sexta-feira (25) e foi direcionada para a entrevista imediatamente. Ficou feliz com a esperança de conquistar um novo emprego. “Minha situação está complicada. Dependo do governo para sobreviver. Tenho 60 anos e vejo que as empresas não olham muito pra gente. Mas, com esse trabalho da Agência do Trabalhador, facilitou pra gente. Trouxe o atendimento até a minha casa praticamente. Espero sair daqui empregada”, comentou.


Como participar


Os serviços itinerantes são ofertados também para jovens aprendizes, menores de 16 anos e também para maiores de 18 anos. No momento do atendimento, o interessado deve apresentar os documentos pessoais, carteira de trabalho e a carteira de vacina (Covid 19). Novas ações nos bairros serão comunicadas previamente pela prefeitura.


Link: https://www5.pmfi.pr.gov.br/noticia.php?id=49747

6 visualizações0 comentário